Entrevista com Guy Kezirian

Atualizado: 7 de jun.

“A CIRURGIA REFRATIVA TEM SUA BASE NA OFTALMOLOGIA. MAS AGORA SE TORNOU UMA SUPER ESPECIALIDADE DA MEDICINA."



Em recente entrevista publicada na revista Oftalmologia em Foco, na edição:194 (Janeiro - Fevereiro / 2022), entrevistei o presidente do Colégio Mundial de Cirurgia Refrativa & Ciências Visuais. Confira no PDF


Oftalmologia em Foco: Dr. Kezirian, obrigado por participar e colaborar com a

BRASCRS nesta entrevista para Oftalmologia em Foco. Todos nós reconhecemos

que você tem participado e colaborado ativamente no desenvolvimento da cirurgia

refrativa desde o início. Por favor, resuma as contribuições mais importantes no campo

da cirurgia refrativa para a Oftalmologia e para a Medicina.


Guy Kezirian: A cirurgia refrativa evoluiu muito. Os avanços tecnológicos em cirurgia

refrativa, desde o diagnóstico aos lasers e lentes, têm sido surpreendentes até mesmo

para nós que contribuímos para o seu desenvolvimento. A cirurgia refrativa moderna

inclui procedimentos tanto na córnea quanto com lentes intraoculares.


O resultado não é apenas anatômico, é funcional. Com isso, podemos oferecer uma excelente visão sem óculos. Os procedimentos em cirurgia refrativa tornaram-se os mais comumente realizados na Medicina.


Eles também são os mais estudados, por exemplo, mais casos sobre LASIK foram relatados na literatura revisada do que qualquer outro procedimento na história da Medicina. A taxa de satisfação com a cirurgia refrativa moderna se aproxima a 100% e o impacto na vida diária dos pacientes é imensurável. A cirurgia refrativa abrange todas as idades, desde o controle da miopia em crianças e adolescentes até a correção da visão em adultos jovens, o tratamento para presbiopia na meia-idade e a cirurgia refrativa da catarata em idosos. O foco no desempenho, além de tratar patologia, posiciona a cirurgia refrativa como única para melhorar a produtividade, segurança, satisfação pessoal e estilo de vida. A cirurgia refrativa otimiza a visão para todos, independentemente da idade.


OF: O que é o Colégio Mundial de Cirurgia Refrativa & Ciências Visuais (WCRSVS) e quais seus principais objetivos?


GK: O Colégio Mundial de Cirurgia Refrativa & Ciências Visuais (WCRSVS) é uma corporação de benefício público que opera ao lado da Visual Freedom Foudation (uma instituição de caridade sem fins lucrativos) cuja missão é fornecer correção visual para o mundo. O Colégio Mundial de Cirurgia Refrativa & Ciências Visuais estabelece a cirurgia refrativa como uma especialidade da Medicina. De fato, uma super especialidade (não uma subespecialidade). O WCRSVS fornecerá currículo, credenciamento e análise de impacto sobre a cirurgia refrativa, recursos educacionais; reconhecerá as instituições envolvidas e elevará a consciência pública para aumentar a confiança na cirurgia refrativa moderna.


OF: Por que devemos considerar a cirurgia refrativa uma nova especialidade no campo da Medicina? A Oftalmologia é um requisito?


GK: A cirurgia refrativa tem sua base na Oftalmologia. Mas agora se tornou uma super especialidade, assim como a cirurgia plástica desenvolvida a partir da cirurgia geral. A cirurgia refrativa vai além da Oftalmologia por incluir disciplinas colaboradoras. Os cirurgiões refrativos são todos oftalmologistas, mas a cirurgia refrativa – em sua natureza – também inclui optometria, cientistas (portanto, a inclusão de “ciências visuais” no nome do Colégio Mundial de Cirurgia Refrativa & Ciências Visuais) e outras partes interessadas, que trabalharão juntas para elevar a cirurgia refrativa ao seu potencial. O mundo está enfrentando uma crise com a epidemia de miopia que, se não for controlada, ameaça afetar 50% da população mundial até o ano de 2050, com uma incidência de alta miopia que pode chegar a 10%. Isso é alarmante em vários níveis. Produtividade, segurança pessoal, estilo de vida, participação em carreiras e lazer são todos limitados por erros refrativos.


A alta miopia traz comorbidades devastadoras como glaucoma, descolamento de retina e degeneração miópica. A cirurgia refrativa inclui todo espectro de distúrbios refrativos, desde o desenvolvimento de miopia em adolescentes até a cirurgia refrativa da catarata em idosos. O escopo e a escala da cirurgia refrativa exigem dedicação e comprometimento com qualidade e excelência. Atender a demanda global por correção visual, tanto do mundo desenvolvido quanto em desenvolvimento, apresenta um desafio sem precedentes que exigirá novas estruturas e novas colaborações. A cirurgia refrativa tem sido

uma especialidade não reconhecida por um tempo. O WCRSVS está apenas reconhecendo essa realidade.


OF: Como vamos reconhecer os cirurgiões que praticam a cirurgia refrativa hoje?


GK: Todos os cirurgiões refrativos – e colaboradores – são bem-vindos para fazer parte do Colégio Mundial de Cirurgia Refrativa & Ciências Visuais. A filiação e o credenciamento reconhecem a experiência profissional e as conquistas anteriores. Os recursos serão fornecidos para facilitar o desenvolvimento contínuo à medida que as tecnologias continuam a avançar. Os cirurgiões refrativos trabalham em um campo que avança rapidamente e que traz novas tecnologias à prática continuamente. O escopo da cirurgia refrativa abrange todas as faixas etárias e a necessidade de especialização é absoluta. Aos fornecer recursos, currículos, credenciamento e defesa, o WCRSVS permitirá que todos os membros continuem a desenvolver e manter seus conhecimentos e qalidade.


OF: Qual é a estrutura do currículo de um cirurgião refrativo?


GK: Existem quatro dimensões no currículo de cirurgia refrativa. Primeiro e acima de tudo, excelência clínica e cirúrgica são essenciais. Habilidades de comunicação, empatia e perspicácia clínica são fundamentais. A interpretação dos dados diagnósticos requer conhecimento e experiência. Enquanto a inteligência artificial está se desenvolvendo rapidamente, a visão clínica sempre será necessária. Conforme mencionado acima, as habilidades cirúrgicas devem ser impecáveis. O desenvolvimento da experiência clínica e cirúrgica são componentes essenciais do currículo do cirurgião refrativo e podem levar anos para serem desenvolvidas após a conclusão do treinamento em Oftalmologia.


Em segundo lugar, a educação em tecnologia é uma parte fundamental do currículo em cirurgia refrativa. A cirurgia refrativa avançou através da estreita colaboração com inovadores. Participar da inovação requer conhecimentos sobre as tecnologias e o processo de inovação. Para que a cirurgia refrativa continue a avançar, os cirurgiões refrativos devem se envolver no processo de inovação.


Terceiro, ao contrário da maioria das outras especialidades, a cirurgia refrativa geralmente não é reembolsada pelo plano de saúde. A maioria dos procedimentos de cirurgia refrativa é paga diretamente pelo paciente, tornando a visão de negócios essencial para o sucesso em cirurgia refrativa. Enquanto alguns possam ver o envolvimento do médico nos negócios como um conflito, a realidade é que a cirurgia refrativa costuma ser com frequência considerada um exemplo de eficiência de mercado. Embora o objetivo principal não seja o lucro, o lucro é essencial para qualquer sistema sustentável. Habilidades em negócios também se estendem para o desenvolvimento de novos modelos de entrega. Inovações significativas nos modelos de entrega permitirão que a cirurgia refrativa alcance toda a humanidade. Quarto, a inovação contínua requer aprendizado contínuo. Novos sistemas, tecnologias e inovações serão usados para fornecer aprendizagem contínua e transferência de habilidades para cirurgiões refrativos e seus

colegas colaboradores.


OF: Qual o papel da cirurgia refrativa para superar o principal problema de cegueira evitável e tratável em todo o mundo?


GK: A Comissão Lancet sobre Saúde Global dos Olhos publicou recentemente um relatório intitulado “Visão além de 2020”, que avaliou as causas de deficiência visual em todo o mundo. Surpreendentemente, eles relataram que mais de 90% da deficiência visual é causada por erros refrativos não tratados, presbiopia não tratada e catarata. O problema afeta de forma desproporcional os países de baixa e média renda. Muitos grupos (incluindo muitos dos Fundadores do Colégio Mundial de Cirurgia Refrativa & Ciências Visuais) trabalharam bravamente por décadas para fornecer óculos para corrigir problemas visuais causados por erros de refração. No entanto, o custo, a quebra, a logística e outros desafios têm sido intransponíveis. A cirurgia refrativa – desde o controle da miopia à correção da visão a laser e à cirurgia do cristalino – oferece correção refrativa permanente de forma rápida, segura e econômica.


Conforme as tecnologias e os sistemas de aplicação avançam, a cirurgia refrativa inevitavelmente se tornará a modalidade padrão para a correção da visão. A missão do WCRSVS é traçar o curso para o futuro da correção visual em escala global, priorizando a segurança e a qualidade acima de tudo.


OF: Por favor, envie uma mensagem final aos colegas brasileiros interessados em cirurgia refrativa.


GK: A história julgará a cirurgia refrativa como uma das conquistas mais importantes de nosso tempo. Pela primeira vez em toda a história da humanidade, somos capazes de corrigir, em larga escala, o defeito congênito dos erros refrativos. Pela primeira vez, toda a humanidade pode desfrutar de uma visão funcional, segura e viver em todo o seu potencial. A cirurgia refrativa está realmente mudando a experiência humana.


Para que a cirurgia refrativa atinja seu potencial, será necessária a participação de muitas pessoas talentosas.


Serão necessários cirurgiões, optometristas, cientistas, técnicos, empresários, instituições de caridade, investidores, políticos e órgãos governamentais. O WCRSVS considera todo o espectro da cirurgia refrativa, que inclui tudo sobre córnea e sobre lentes, bem como o controle da miopia, diagnósticos, lentes, tecnologias a laser, sistemas de entrega e muito mais. Encorajamos todos a abraçar o desafio que está diante de nós e participar para conhecêlo. O Colégio Mundial de Cirurgia Refrativa & Ciências Visuais está aberto para você.

31 visualizações0 comentário
WhatsApp.png